Centrais defendem industrialização para desenvolver economia e gerar empregos

em .

As centrais sindicais realizaram nesta segunda-feira, dia 3, a primeira ação conjunta em 2020 em defesa de emprego e direitos e contra a desindustrialização. Com o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) sob suspeição, críticas ao governo Bolsonaro na área da Educação também dominaram os discursos durante o ato na Av. Paulista, nas proximidades da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).
“Precisamos de desenvolvimento e isso só é possível com a industrialização, empregos de qualidade para todos, manutenção e ampliação dos direitos trabalhistas, sociais e previdenciários da classe trabalhadora e preservação da soberania e das riquezas nacionais”, afirmou Miguel Torres, presidente da Força Sindical.
A próxima atividade conjunta das centrais já está marcada para o dia 14 de fevereiro, sexta-feira, nas agências do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social). Na sequência, haverá ações no Dia Internacional da Mulher, em 8 de março; no dia 18 de março em defesa do serviço público e das empresas estatais e ações permanentes no Congresso Nacional.
 

Fale Conosco

  • Sede Santo André
    Rua Gertrudes de Lima, 202 - Centro - Santo André
    Telefone: (11) 4993-8999 - Veja o Mapa

  • Sede Mauá
    Avenida Capitão João, 360 - Matriz - Mauá
    Telefone: (11) 4555-5500 - Veja o Mapa