Governo rejeita INSS menor para doméstica

em .

O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, diz que a sua pasta "não pode mais suportar nenhum ônus, encargo financeiro, por menor que ele seja". Por essa razão, o governo ficará contra a proposta de redução da alíquota do INSS

para quem empregar trabalhadores domésticos, conforme proposto pelo senador Romero Jucá (PMDB-PA), na regulamentação na PEC das domésticas.

Segundo notícia publicada neste domingo, 2, na “Folha de S.Paulo”, o ministro explica que “o problema geral é o conceito por trás da redução do INSS para quem tem empregados domésticos. Ele diz considerar injusto com os demais brasileiros que não desfrutam desses serviços em suas casas, pois o custo seria compartilhado com todos os cidadãos --o dinheiro teria de sair do caixa do governo.”

 

Fale Conosco

  • Sede Santo André
    Rua Gertrudes de Lima, 202 - Centro - Santo André
    Telefone: (11) 4993-8999 - Veja o Mapa

  • Sede Mauá
    Avenida Capitão João, 360 - Matriz - Mauá
    Telefone: (11) 4555-5500 - Veja o Mapa